Walt Disney World – WDW (Orlando/Florida): Dicas, roteiros e atrações

Dream come true parade

Cena da ¨A Dream Come True Parade¨

Para os brasileiros, Orlando é sinônimo de Disney. Muitos inclusive definem a viagem para lá como ¨ir para a Disney¨ (não obstante a cidade seja um mega pólo turístico com inúmeras outras atrações não relacionadas com a Disney).

Mas o fato é que o universo Disney na Flórida oferece um enorme rol de possibilidades. Assim, se por um lado a Disney Califórnia, objeto do post anterior, possui o parque que  individualmente mais concentra atrações, logo sendo o melhor custo-benefício para uma visita rápida, por outro lado Orlando, sem dúvida, é quem mais oferece alternativas, em razão da diversidade de parques disponíveis. Logo, para um passeio longo, a Disney de Orlando é certamente a melhor opção.

Isso porque, o complexo Walt Disney World oferece quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdom e Hollywood Studios), a área Downtown Disney (que está sendo renomeada para Disney Springs, e oferece lojas restaurantes e shows tal como Cirque du Soleil), bem como existem também os parques aquáticos da Disney (Typhoon Lagoon e Blizzard Beach), e algumas outras opções integradas ao complexo (ESPN Wide World of Sports Complex; Disney´s Oak Trail Golf Course). Ou seja, são atividades dos mais variados gêneros e para todos os gostos, que ocupam facilmente uma semana ou mais do visitante (isso sem contar todas as atrações existentes fora do complexo WDW, como os parques da Universal, da Sea World etc).

Downtown Disney

Dragão de Lego em Downtown Disney

Nesse post, vamos comentar os parques temáticos:

Magic Kingdom

É o parque de referência em termos de Disney, que junta todos os elementos deste universo: o castelo de princesa, personagens que remetem aos filmes e desenhos, contos de fadas etc. É o parque destinado especialmente às crianças. Nele se encontram o castelo da Cinderella e atrações clássicas como os piratas do caribe (Pirates of the Caribbean), a mansão assombrada (Haunted Mansion), It´s a Small World, a montanha russa molhada ¨Splash Mountain¨, e as paradas A Dream Come True  Parade (vespertina – muito legal e contagiante) e Main Street Electrical Parade (noturna – muito famosa, embora a música seja chatinha e repetitiva), sendo que após a parada noturna existe o show de fogos de artifícios Wishes, que é o grand finale das atividades do parque. Destacamos também o cinema 3D Mickey´s Philhar Magic, bem interessante, a atração Stitch´s Great Scape (que assusta o público ao simular uma fuga do personagem Stitch de um laboratório) e a montanha russa fechada Space Mountain (interessante, embora em versão bem inferior e menos divertida que a existente na Califórnia e Paris).  Mas , a par dos diversos brinquedos e atrações, o mais legal desse parque é simplesmente caminhar, passar o dia e se sentir imerso nesse ambiente. E nesse sentido, o destaque atual é a nova área Fantasyland, que recentemente integrou uma expansão ao parque, passando a oferecer novos castelos (da Bela e a Fera, da Pequena Sereia), além de outras atrações. Enfim, o parque é a atração favorita para as crianças. O Magic Kingdom ainda tem um diferencial, pois o acesso a ele já é também uma atração, pois do estacionamento ao parque é necessário optar por ir de barco ou de monotrilho.

Magic Kingdom - Boat

Animal Kingdom

O Animal Kingom é um parque exclusivo do WDW de Orlando, e representa uma espécie de zoológico do universo Disney, já que todo o parque é baseado em animais. A principal atração é a simulação de um safári na África, denominado Kilimanjaro Safári, em que um trem atravessa a reprodução de uma savana africana, permitindo aos visitantes ver de perto diversos animais como girafas, hipopótamos, elefantes etc.

O símbolo do parque é a árvore da vida, que é toda esculpida com a imagem de diversos animais e mede mais de 45 metros de altura.

DSC00778

Árvore da Vida do Animal Kingdom

Mas o parque oferece diversas outras atrações interessantes: a montanha-russa Expedition Everest, o simulador Dinosaur, que faz uma viagem para localizar um dinossauro, com direito a sustos e chacoalhões, o cinema 3D It´s Tough to Be a Bug, com os personagens do filme Vida de Inseto, além do belo show Finding Nemo – The Musical. Todas atrações imperdíveis para quem visita esse parque. Por outro lado, algumas atrações foram decepcionantes, como é o caso da ¨Festival of the Lion King¨, em que esperávamos um belo show musical baseado no filme ¨O Rei Leão¨ (tal como existia antigamente na Disney francesa), mas foi frustrante constatar que era quase um ¨show de calouros¨, em que os atores ficavam brincando com o público. Paciência…

O parque também possui uma parada ao final do dia, a Mickey´s Jammim´ Jungle Parade, embora achamos essa parada bem inferior (visualmente e musicalmente) às paradas do Magic Kingdom. Mas vale ver para conhecer… Para os visitantes, é bom se planejar quanto ao horário de funcionamento, pois o Animal Kingdom costuma fechar em horário mais cedo em comparação a outros parques, o que demanda organização do visitante para poder aproveitar ao máximo suas atrações.

Hollywood Studios

O parque que homenageia o cinema, com diversas atrações relacionadas a filmes famosos. A atração principal e imperdível é o Fantasmic, show noturno comandando por Mickey, com a projeção de imagens sobre fontes de água, em que ele enfrenta diversos vilões dos filmes Disney. Mas também se destacam inúmeras outras atrações, como a Star Tours (que simula uma viagem espacial da série Star Wars – sendo que para as crianças é oferecido ao lado da atração um treinamento jedi, inclusive com a possibilidade de combater o vilão Darth Vader), o elevador que despenca da atração The Twilight Zone Tower of Terror, a montanha russa fechada Rock´n ´Roller Coaster (com a participação em vídeo da banda Aerosmith), o show do Indiana Jones, com diversas demonstrações de dublês e efeitos especiais, com cenas dos filmes); também para quem gosta de ver a atuação de dubles em cenas simuladas de filmes, o show com veículos e motos ¨Light, Motors, Action! Extreme Stunt Show¨, e ao seu lado o ¨Studio Backlot Tour¨, que faz um passeio que demonstra cenários de filmes, efeitos especiais etc. Entre diversas outras atrações, o parque oferece ainda o show musical inspirado no filme ¨A Bela e a Fera¨, que é uma ótima oportunidade de juntar alguns momentos de descanso com um ótimo musical.

Enfim, esse parque possui muitas atrações legais, embora ele não seja uma exclusividade do WDW de Orlando, visto que a maioria das suas atrações principais estão presentes nos parques da Califórnia e de Paris, além do que, em Paris, o parque Walt Disney´s Studios é praticamente uma réplica do Hollywood Studios. Mas vale muito a visita!

Epcot

Este parque tem inspiração futurística e multicultural. A parte frontal do parque é dedicada às experiências científicas, como estar em um centro de treinamento de astronautas e fazer uma simulação de vôo pilotando uma nave espacial. Também muito divertida, e bem realísta, é a simulação de vôo de asa-delta (Soarin).

Aquele globo prateado (ou bola de golfe) gigante é tão característico para o Epcot quanto o castelo da Cinderella é para o Magic Kingdom. E, por incrível que pareça, é também uma fantástica atração onde você entra em uma espécie de cabine semi-aberta para duas pessoas e vai subindo um trilho, por dentro do globo, e passando por várias cenas que explicam a evolução humana e tecnológica até os dias atuais (de sua cabine você pode escolher em qual língua deseja ouvir a apresentação e, para nossa surpresa, o português era uma delas).

Uma outra atração muito bacana é “the seas with Nemo e Friends”, principalmente para os pequenos. Esta atração fica dentro de um super-aquário com diversos tipos de peixes.

A outra metade do parque é uma celebração cultural, onde vários países são representados através de suas principais características arquitetônicas e da culinária. À noite, este grande espaço se transforma numa feira gastronômica; você pode escolher um país e comprar uma refeição típica para assistir, refletido no lago central, um lindo show de fogos, o IllumiNations.

Dica gastronômica: o filé de peixe com fritas (fish & chips) do setor “United Kingdom” estava delicioso e a um preço bem acessível.

Em geral

O Walt Disney World foi concebido para realmente afastar seus visitantes do mundo real, e inseri-los em um mundo de sonho. Por isso, as inúmeras atrações e parques acabam por exigir um período de tempo considerável na visita, ou seja, pelo menos uma semana para aproveitar plenamente suas atrações.

Ainda, fazemos a seguinte sugestão: fique hospedado em um hotel integrante do complexo, pertencente à própria Disney (existem vários distribuídos no WDW). Embora isso encareça a viagem em comparação a diversas outras opções de hotéis mais econômicos fora do complexo, a hospedagem em um hotel da Disney permite manter a experiência mágica 24 horas por dia, em especial nos hotéis temáticos, em que todo o hotel remete aos personagens, oferece atividades ligadas aos temas da Disney, possui lojas (claro, afinal não deixa de ser comércio), além do que, os hospedes podem se aproveitar de horas adicionais nos parques (as extra magic hours), que permitem aproveitar os parques em horários com menor lotação, pois o público externo não pode usufruir das atrações. Caso o visitante esteja com carro, os estacionamentos, tanto no hotel quanto nos parques, estão incluídos no custo da diária. Mas os hotéis Disney oferecem também um sistema de ônibus contínuo que interliga os hotéis e os parques. Até as compras feitas nos parques podem ser entregues na recepção do hotel para sua comodidade. Enfim, é tudo muito bem organizado.

DESTAQUES

Porque ir: uma experiência de imersão em um mundo fantástico. Pela diversidade de atrações disponíveis no complexo, é uma oportunidade de ¨fugir¨ por uns dias do mundo real e se instalar em um mundo de fantasia.

Quando ir: em nossa opinião, um período bom é entre setembro a outubro, quando se encontra uma temperatura muito agradável e parques não tão lotados.

O ponto alto: os shows e paradas, presentes em todos os parques.

A roubada: o custo cobrado por ligações telefônicas nos hotéis da Disney. Muito cuidado com isso, é um verdadeiro assalto. Por uma ligação de dois a três minutos, o hotel cobra várias dezenas de dólares. Um absurdo. Nesses casos, o melhor a fazer é usar os orelhões disponíveis no lobby dos hotéis e ligar a cobrar.

Não deixe de ver: a parada A Dream Come True (cujo vídeo, obtido do youtube, pode ser visto abaixo) e o show de fogos Wishes (ambos do Magic Kingdom), o show Fantasmic (do Hollywood Studios) e o show de fogos IllumiNations (do Epcot).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em EUA, Parques temáticos com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Walt Disney World – WDW (Orlando/Florida): Dicas, roteiros e atrações

  1. Pingback: Concluindo: Uma visão geral dos parques ocidentais da Disney e as melhores opções de viagem | Alfinetando o mapa

  2. Pingback: A melhor parada dos parques Disney (na nossa opinião) – Once Upon a Dream Parade | Alfinetando o mapa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s